Controlo máximo não é controlo ótimo

Alexandre Almeida, Jornal i

A predominância de uma cultura de controlo máximo traduz-se num paradigma em que reina a desconfiança e a “presunção de culpa”, gerando custos de transação, barreiras ao acesso e tempos de decisão que põem em causa a eficácia dos próprios instrumentos.

Combater a fraude em democracia

Carlos Pimenta, Dinheiro Vivo (JN / DN)

Quando há fraudes de alguns, quem paga as consequências somos todos nós (via insegurança e instabilidade, preços e impostos pagos, por exemplo).

...

Notícias mais relevantes sobre a fraude publicadas na imprensa durante a semana

 

 

INVESTIGAÇÃO SECRETA foi denunciado pela CGD
Sat, 26 Jan 2019 00:00:00 GMT
INVESTIGAÇÃO SECRETA foi denunciado pela CGD

> 500 páginas de uma investigação anterior ao processo judicial só agora são conhecidas > Caixa deu primeiro alerta sobre esquema de recebimento de dinheiro de Sócrates em abril de 2013 > Instrução do caso começa segunda-feira e pode demorar um ano > Operação Marquês tem 53 mil páginas e 13,5 milhões de ficheiros informáticos P6

Foi a CGD que denunciou Sócrates

Micael Pereira

Um capítulo...

Idoneidade: afinal para que serve? (Reprise)

Fernando Costa Lima, Visão online

A generalidade dos reguladores dá uma aparência de muito rigor na avaliação da idoneidade dos “candidatos” a lugares de administração ou fiscalização em entidades financeiras, esquecendo-se de intervir, sobre a matéria da idoneidade quando as pessoas já estão em funções.

...

A probabilidade da fraude e da corrupção

António João Maia, Jornal i

A fraude e a corrupção são soluções alternativas para alcançar o dinheiro necessário para concretizar sonhos que de outro modo não passariam disso mesmo.